Laboratório de Intermediário de Biologia de Linfócitos
Chefe do Laboratório: Andre Macedo Vale
Programa Temático: Imunobiologia
Apresentação:

O Laboratório Intermediário de Biologia de Linfócitos (LBL) foi criado em 2018 e desenvolve estudos sobre a dinâmica de subpopulações de linfócitos B e a cinética de produção dos anticorpos gerados em processos fisiológicos, infecciosos e de autoimunidade. Nosso foco é na caracterização dos genes variáveis de imunoglobulinas e no repertório de especificidades dos anticorpos, utilizando técnicas de imunologia tradicional e biologia molecular, em uma abordagem experimental aprimorada nos últimos dez anos. Além disso, nosso laboratório prioriza colaborações com grupos de pesquisa multidisciplinares, sempre buscando responder perguntas fundamentais, visando, além das metas científicas, a capacitação de alunos e, naturalmente, a formação de recursos humanos qualificados.

Linhas de Pesquisa:
  • Estratégias para análise dos repertórios de imunoglobulinas e estudo da biologia das células B in vitro.
  • Dinâmica dos linfócitos B de memória e caracterização do repertório genético e de especificidades de imunoglobulinas na infecção por SARS-CoV-2.
  • Dinâmica das subpopulações de células B e produção de anticorpos durante infecção experimental por arbovirus: relevância para novas abordagens vacinais.
  • Efeito de adjuvantes na modulação da resposta de células B a antígenos imunodominantes e não-imunodominantes.
  • Efeitos da sinalização via TLR9 na inibição de asma alérgica experimental.
  • Avaliação de imunoreatividades cruzadas entre antígenos da microbiota e do hospedeiro.
  • Aspectos evolutivos da conservação do repertório genético e de reatividades de imunoglobulinas naturais.
Principais técnicas/metodologias utilizadas:

Culturas de clonagem de células B primárias, culturas de células de linhagens, ELISA, immunoblot, RT-PCR, fenotipagem e isolamento de células por citometria de fluxo.

Modelo/Organismo de estudo:

Células B humanas isoladas de amostras PBMC (células mononucleares do sangue perifeirico; células B murinas isoladas de diferentes órgãos linfoides e tecidos, linhagens celulares de camundongos; infecção experimental por arbovirus (vírus da zika e dengue); imunização com partículas tipo-virais (VLPs) e antígenos virais.

Cinco publicações mais relevantes do laboratório (clicar no artigo para acessá-lo):
Equipe

Pós-Docs:

Danielle Rodrigues

Fernando Castro

Colaboradora:

Luciana Conde Rodrigues Maia

Alunos de Doutorado:

Lucas Tostes

Victor Assis Kersten

Alunos de Mestrado:

Vicente Balthar Torres Bozza

Alunos de Iniciação Científica:

Gustavo Meira Chaves de Assis Pereira

Gabriela Maciel

Layla Ricardo Cidinho De Freitas