Laboratório de Imunofarmacologia
Chefe do Laboratório: Bartira Rossi Bergmann
Programa Temático: Imunobiologia
logo_IMUNOFAR
Docentes Colaboradores:
Apresentação:

O Laboratório de Imunofarmacologia (IMUNOFAR) desenvolve pesquisa inovadora em medicamentos e vacinas contra a leishmaniose e viroses emergentes Busca a descoberta de fármacos mais ativos, a elucidação de seu mecanismo de ação, e sua metabolização no organismo. Explora a nanotecnologia em drug delivery para melhorar a absorção, eficácia e segurança de fármacos, e aumentar sua aceitação pelo paciente. É pioneiro na descoberta de vacinas de mucosa contra a leishmaniose, e avança na busca de novos adjuvantes. Participa também de estudos visando insumos imunoterapêuticos para a COVID-19.    

O IMUNOFAR mantém estreita cooperação científica com grupos de diversos países nas áreas de doenças negligenciadas e tecnologia de partículas.  Além disso, tem forte interação com a indústria nacional e multinacional no desenvolvimento de insumos farmacêuticos inovadores para uso clínico e veterinário.

Linhas de Pesquisa:
  • Desenvolvimento de sistemas nano e microparticulados de liberação controlada para tratamento da leishmaniose.
  • Metabolismo hepático de chalconas.
  • Desenvolvimento de sondas moleculares para descoberta de novos alvos de drogas antileishmaniais.
  • Descoberta de novos fármacos antileishmaniais e reposicionamento.
  • Desenvolvimento de parasitos transgênicos para validação e melhoramento de vacinas.
  • Eficácia da vacina LaAg/AR na leishmaniose visceral canina.
  • Imunobiologia das leishmanioses e o uso de imunoterapia e terapia celular para o controle do processo patológico.
  • Imunogenicidade de proteínas recombinantes de SARS-COV-2.
Principais técnicas/metodologias utilizadas:

Cultura de células (atividade anti-leishmania, MTT, ROS, NO, FACS); Imunoensaios (ELISA, CBA); Espectrofotometria; RT-PCR; Cromatografia líquida (HPLC); Espectrometria de massas (LC-MS); Tecnologia de partículas (PES, spray-dryer, microfluídica, DLS, MEV).

Modelo/Organismo de estudo:

Leishmania spp (modelo murino, canino e humano); SARS-Cov-2.

Cinco publicações mais relevantes do laboratório (clicar no artigo para acessá-lo):
Equipe

Pós-Docs:

Érika Yoko Suzuki

Otoni Alves de Oliveira Melo Junior

Pollyanna Stephanie Gomes

Alunos de Doutorado:

Alessandra Marcia de Fonseca Martins

Arielly Rodrigues Ribeiro Barreto

Diogo Oliveira Maciel

Felipe Carvalho Gondim

Julio Souza dos Santos

Luan Firmino Cruz

Tadeu Diniz Ramos

Alunos de Mestrado:

Jaciara Maria dos Santos

Maria Paula Gonçalves Borsodi

Vanessa Pires de Farias

Alunos de Iniciação Científica:

Eduardo Matheus Machado Vidal

Giovanna Cersosimo Nader Mota

Gustavo Guadagnini Perez

Julia de Assis da Silva

Vitoria Karoline Arantes de Lima

Corpo Técnico:

Felipe Carvalho Gondim

Vania Correa da Silva

Macrófagos infectados com Leishmania-GFP e tratados com nanopartículas-Rho
Micropartículas de PLGA
Micropartículas de quitosana